Persépolis, Necrópolis e Pasárgada

O ponto alto da nossa viagem para o Irã, era sem sombra de dúvidas conhecer esses sítios arqueológicos históricos e tão importantes para a história da humanidade. O que não fazíamos ideia é de como iriamos ficar encantados só de pisar nesses solos!

No nosso roteiro saímos de Shiraz para Yazd e no meio do caminho passamos por Persépolis, Necrópolis e Pasárgada. Portanto essa é uma dica valiosa para caso, você tenha poucos dias no Irã. Nosso roteiro era apertado, mas não podíamos deixar de passar por esses locais tão importantes.

Persépolis

Reserve muitas horas para conhecer Persépolis! Nós ficamos em torno de 4 horas por lá e acredite, passou num instante rs. Eu ficaria facilmente um dia inteiro por lá!

 

Persépolis não foi uma das capitais do império persa como muitas pessoas pensam. Mas, sim uma das principais cidades do império aquemênida. Seus registros são de 2.500 anos, sendo 500 anos antes de Cristo! A construção de Persépolis foi iniciada por Dário I e continuou ao longo de dois séculos. Ela foi feita por povos de diversas nações que não eram tampouco escravos, eles foram inclusive muito bem pagos para erguerem a cidade. E, por conta de diversos povos construírem Persépolis, a cidade ganhou vários toques diferentes como egípcios e assírios.

A cidade foi quase que totalmente destruída por Alexandre Magno, mais conhecido como Alexandre, o grande. Em 330 a.c ele saqueou Persépolis, incendiando o Palácio de Xerxes, simbolizando então o fim da guerra vingativa pan-helênica contra os persas.

Como tudo começou: Xerxes foi até a Grécia e incendiou Athenas e Acrópolis. Alexandre Magno foi então até a antiga Pérsia e incendiou o palácio de Xerxes!

V-I-N-G-A-N-Ç-A!!

Alguns historiadores acreditam que o incêndio no palácio não foi proposital, que Alexandre só queria saquear o mesmo. Mas, os soldados que estavam um pouco bêbados acabaram deixando o fogo se alastrar por Persépolis, incendiando toda a cidade.

Atualmente os arqueólogos estão trabalhando na restauração de Persépolis. Mas, é possível ver muitas gravuras nas pedras que contam muito a história do local. A mais recorrente é a de um leão matando um unicórnio. O leão representa a primavera, e o unicórnio representa o inverno. A primavera chega encerrando o inverno e acontece então o ano novo iraniano que é dia 21 de março, com a chegada da primavera.

A entrada para o sítio arqueológico em Persépolis custa 200 mil rials.

Necrópolis

Pertinho de Persépolis, fica Necrópolis. Para entrar o ticket também custa 200 mil rials. 

Necrópolis é também conhecida como Naqsh-e Rostam. E, é lá que podemos ver as tumbas reais de Xerxes e Dario I esculpidas nas rochas. As tumbas tem formato de cruz significando: Norte, Sul, Leste e Oeste. Simbolizando o poder deles que estava acima de tudo, e de todos.

Os corpos não estão nas tumbas. Eles foram mumificados e enterrados com jóias, devido ao fato de serem reis. E, acreditem ou não eles foram roubados! Mas quem aí roubaria um corpo? Se quiser saber mais sobre isso, que tal dar uma olhadinha no nosso canal no youtube?

Pasárgada

Pasárgada é um dos locais no Irã que faz parte do patrimônio mundial da Unesco. A cidade foi capital do antigo império Persa, mas hoje o seu principal atrativo é a Tumba de Ciro.

Ciro é uma figura muito importante para os iranianos, sua importância é tamanha que o atual governo iraniano, com medo não deixa mais os iranianos se reunirem em volta da Tumba de Ciro. Talvez esse seja o ponto mais importante para você conhecer no Irã, que é onde o seu fundador está sepultado.

Durante a conquista islâmica no Irã, as forças árabes foram até a tumba de Ciro para tentar destruí-la, no entanto os guardas que estavam fazendo a ronda da tumba acabaram convencendo os árabes que aquela não era a tumba de Ciro, e sim a tumba da mãe do rei Salomão, Fátima. E, por conta disso que a tumba de Ciro, não foi destruída na época da revolução islâmica.

Não há ingressos á venda para ver a tumba de Ciro, ou seja a entrada é free. Aproveite quando sair de lá, para dar uma olhadinha nos artesanatos locais. É cada peça uma mais linda que a outra, difícil mesmo resistir, rs!

Agora eu quero saber: Você visitaria esses três sítios arqueológicos importantíssimos para a humanidade no Irã?

Para saber mais sobre o Irã:

O que fazer em Yazd, o berço do zoroastrismo no Irã?

Lugares que são patrimônios mundiais da UNESCO no Irã!

O que fazer em Kashan, no Irã?

Descubra o que fazer em Teerã a capital do Irã

Mulheres no Irã: É seguro viajar? (Guia completo para mulheres viajantes.)

Descubra o que fazer em Shiraz uma das cidades mais bonitas do Irã

Vale a pena conhecer o Irã no inverno?

Roteiro completo pela cidade de Isfahan no Irã

Tudo o que você precisa saber antes de ir para o Irã!

10 motivos porque você deve conhecer o Irã

É seguro viajar para o Irã?

O que comprar e quanto custa as lembranças e souvenirs no Irã

Delícias iranianas: O que comer no Irã?

Curiosidades do Irã: Fique por dentro de tudo sobre o antigo Império Persa

Se você ficou curioso para ver mais sobre o Irã, não deixe de ver nossos vídeos no Youtube! 😀

Por onde estivemos

Comente pelo Facebook

Comentários:

Autor: Amanda Saueia

Brasileira. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.