Roteiro Completo – Alemanha

Nosso primeiro destino da nossa última viagem foi a Alemanha. Ficamos quatro dias por lá. Mas claro que além de Frankfurt, incluímos algumas cidades nessa rota. Veja abaixo nosso roteiro completo!

Willkommen in Deutschland

Finalmente chegou o dia de conhecermos a Alemanha! Não vou mentir que desde meados de 2016 quando tive minhas primeiras aulas em alemão eu estava sonhando com esse encontro e dois anos depois ele aconteceu!

Alemanha (em alemão: Deutschland), oficialmente República Federal da Alemanha esta localizado na Europa Central. A região chamada Germânia, habitada por vários povos germânicos, foi conhecida e documentada pelos romanos antes do ano 100. A partir do século X, os territórios alemães formaram a parte central do Sacro Império Romano-Germânico, que durou até 1806.

O termo “Alemanha” deriva do francês Allemagne que significa terra dos alamanos, em referência ao povo germânico.

Frankfurt

É a maior cidade do estado alemão: Hesse. E, a quinta maior cidade da Alemanha. Frankfurt é o centro financeiro e de transportes da Alemanha e o maior centro financeiro da Europa continental. Em Frankfurt estão localizadas sedes de importantes instituições como a do Banco Central Europeu, do Banco Federal Alemão e da Bolsa de Valores de Frankfurt. Assim como vários grandes bancos comerciais.

 Nos transportes a cidade se destaca em âmbito mundial: o Aeroporto de Frankfurt é um dos mais movimentados do mundo; a Estação Central de Frankfurt é um dos maiores terminais de trens da Europa; e a Frankfurter Kreuz é um dos trevos rodoviários mais utilizados na Europa.

#Dia 01: Chegada em Frankfurt, Hauptbahnhof, Centro financeiro da Europa e Paulaner

Como ir do aeroporto de Frankfurt para o hotel?

Primeiro de tudo a área escolhida para ficarmos em Frankfurt foi nas proximidades da estação Hauptbahnhof. O motivo é simples: Uma área central e que ficava perto dos nossos pontos de interesse na cidade.

Como estávamos em três pessoas e malas gigantes, rs. Não daria para pegar só um uber. Como não tínhamos pressa acabamos optando pelo metrô. O ticket custou $ 4,90 por pessoa. A viagem do aeroporto até a estação Hauptbahnhof não demorou mais do que vinte e cinco minutos e foi pra lá de tranquila.

Descemos na estação Hauptbahnhof que ficava super próxima ao nosso hotel. Ainda com as malas e com fome rs. Fomos direto no Mc Donalds. Lanche rápido e barato. O preço do meu almoço foi de $ 1,89. Meu escolhido foi o equivalente ao nosso Cheddar Mcmelt e fritas. Porque né, já que você já tá no Mc donalds, melhor mesmo é se jogar 😀

Hotel

Nosso hotel em Frankfurt ficava super próximo da estação Hauptbahnhof. Andamos em torno de 10 minutos para chegarmos até lá. O hotel tinha uma localização excelente e ótimo café da manhã.

O preço do hotel foi de R$ 475,41 por pessoa para quatro diárias. E ah, é normal os hotéis também cobrarem uma taxa de turismo. Pagamos $8,00 por pessoa.

Deixamos as malas no quarto, tomamos um banho e fomos conhecer a região.

Centro financeiro da Europa

O primeiro lugar que fomos, quando saímos do hotel foi o Banco Central Europeu. Como já era noite, não estava mais aberto.

Banco Central Europeu (BCE) é o banco central responsável pela moeda única da Zona Euro e a sua principal missão é preservar o poder de compra do euro.

Paulaner

Primeira noite na Alemanha e claro que não podíamos deixar de ir em um dos restaurantes mais típicos da região… o Paulaner!

Nossa janta foi composta de 4 cervejas alemãs, porque siiim!! E claro, as famosas salsichas.

Nossa conta foi de $ 16,00 para cada, e claro que acabamos não resistindo aos souvenirs de bolachas do restaurante. E, pagamos $ 2,00 por um tantão delas para levar para casa.

#Dia 02: Farmácias, Museu Carmelitas, Römerberg, Torre Gótica, Goethe House e Jazzkeller

Impossível deixar a farmácia de lado quando vamos para a Europa! É uma verdadeira perdição gente! Cheia de produtos a preços muito convidativos (mesmo convertendo!) Então após nosso reforçado café da manhã fomos direto em uma. A cesta encheu rapidinho e o preço? $13,00.

Museu arqueológico

Neste museu você encontrará um acervo valioso, com muitos objetos da cultura Paleolítica, com peças do período dos primeiros fazendeiros neolíticos de Frankfurt e dos celtas, romanos, entre vários outros artefatos.

Curiosidade: este belíssimo museu está instalado em um antigo mosteiro carmelita. Nesta parte do mosteiro, as paredes foram restauradas. As pinturas são da vida de Jesus Cristo. Uma verdadeira arte nas paredes do mosteiro.

A entrada custa $ 7,00 por pessoa. E, ah estudantes pagam meia!

Römerberg

Um dos cartões postais de Frankfurt, a Römerberg . Infelizmente, a maioria dos prédios são reconstruções dos prédios históricos, que foram quase totalmente destruídos durante os bombardeios na Segunda Guerra Mundial.

A fonte da Justiça é um dos marcos da cidade, sendo uma cópia detalhada da fonte colocada no mesmo lugar em 1887, doada pelo mercador de vinhos Gustav D. Manskopf. No alto está a estátua da Justiça e na sua base, com as 4 virtudes: moderação, justiça, esperança e amor.

Nosso almoço foi por lá mesmo, comemos um delicioso pão com salsinha e bebemos o famoso Glühwein, vinho quente alemão por $ 6,70.

Catedral Dom St. Bartholomäus e sua Torre Gótica

Nas proximidades de Römerberg, fica também a Catedral Dom St. Bartholomäus. Com sua arquitetura gótica, a Catedral é um dos prédios mais antigos da cidade. Durante muitos anos, ela foi usada como local de coroação dos reis, por isso foi chamada de Kaiserdom (Catedral Imperial).

Além de se conhecer a Catedral, também é possível ir subir até a Torre. Para se subir até lá você paga uma taxa de $ 3,00. São 328 degraus, bem apertados. Para quem sofre de claustrofobia eu não aconselho. Mas a vista lá de cima vale todo o sacrifício, rs!

Goethe House

Para os amantes do escritor Goethe, ou mesmo amantes da literatura mundial ter a oportunidade de conhecer a casa onde o escritor alemão Johann Wolfgang von Goethe nasceu e viveu com sua família em Frankfurt, é um excelente programa!

A casa contém quadros, papéis de parede, alguns móveis originais e outros que são uma reprodução dos tempos que em o escritor vivia na casa.

Jazzkeller

Jazzkeller é um famoso clube de jazz  em Frankfurt. Foi fundado como residência do jazz em 1952 pelo trompetista Carlo Bohländer no porão da Kleine Bockenheimer Straße nº 18a e era chamado de “a adega”. Uma escadaria estreita com 19 degraus de pedra leva para baixo.

Especialmente nas décadas de 1950 e 1960, a adega foi de extrema importância para o contato entre músicos de jazz alemães e norte -americanos. Sendo assim, quase todos os grandes nomes do jazz já tocaram neste palco. 

Veja também: Vale a pena ir ao outlet Wertheim Village?

A entrada para o famoso bar de jazz custa $ 5,00. Mas olha é lotadíssimo! A gente entrou, mal conseguimos chegar até o bar para pedir um drink e já fomos embora. Então se deseja mesmo conhecer, chegue cedo!

Com a desistência do Jazzkeller, acabamos jantando em um restaurante que se chama Central Park e tinha um excelente garçom que não por menos era brasileiro 😀 super simpático! Nos deu muitas dicas de passeio pelas cidades vizinhas e também de Frankfurt. Pena que nosso tempo era pouco para seguir todas as dicas dele.

Nosso jantar com as cervejas indicadas por ele foi de $ 15,00 por pessoa. Como estávamos perto do hotel, voltamos caminhando. Super tranquilo de andar pela cidade, e mesmo no frio de Frankfurt, fazer caminhadas médias era bem gostoso, e não deixa de ser um jeito ótimo de conhecer mais da região!

#Dia 03: Outlet Wertheim Village e mais compras!

O Rodrigo já está expert nas rodovias internacionais, você pode conferir algumas dicas dessa viagem aqui e claro que ele foi mais uma vez o motorista da rodada 😀

Saimos de Frankfurt com destino a Wertheim, e no meio do caminho tinha um outlet! E por que não parar não é mesmo? Caso você queira saber se vale ou não a pena o outlet, o Rodrigo já contou tudo nesse post aqui.

Wertheim

É uma pequena cidade no interior da Alemanha, próximo a Frankfurt. Um dos pontos principais da cidade é o Castelo de Wertheim.

Ficou curioso? Confira nosso bate e volta até Wertheim.

Ficou curioso? Confira nosso bate e volta até Wertheim.

Compras pra que te quero!

Voltando para Frankfurt, ainda tínhamos pique para mais comprinhas. Fomos direto para a região central . De lá, variávamos entre Zara, Primark e H&M, rs. Meus gastos foram de $ 19,00.

#Dia 04: Castelo de Frankenstein, Castelo e cidade de Heidelberg.

Saímos cedinho com destino ao famoso Castelo de Frankenstein. Após algumas horas dedicadas ao Frank, seguimos em direção a Heidelberg.

Heidelberg

Heidelberg não é só conhecida pela ótima faculdade de medicina. A Universidade de Heidelberg foi fundada em 1386 e dela já saíram cinco prêmios Nobel. Apesar de isso ser um plus, rs.

A cidade tem um dos principais destinos turísticos alemão, e recebe cerca de três milhões de visitantes por ano.

Lá está um dos mais belos castelos medievais da Europa, sem dúvidas a principal atração de Heidelberg. A entrada para o Castelo custa $ 7,00 e você pode conferir nosso dia em Heidelberg nesse post aqui.

E no caminho para Heidelberg, você pode dar uma passadinha no Castelo de Frankenstein que fica no caminho!

 

Gasolina

Com o preço da gasolina alta por aqui, fica sempre a curiosidade de saber quanto gastamos geralmente nas viagens com a gasolina. Claro que depende de um lugar para outro. Mas no geral, é mais barata. Como alugamos o carro, tínhamos que devolver com o tanque cheio para a locadora. E na Alemanha, gastamos $ 14,60. Claro que não chegamos a usar um tanque para andar por lá, então esse não é o preço do tanque 😀

Para finalizar nossa estada em Frankfurt, jantamos em um restaurante pertinho do hotel mesmo, afinal ainda tinham as malas para arrumar para no outro dia cedinho partir rumo em direção a Doha.

Veja também: Como é voar na primeira classe da Qatar Airways no A380-800

Você pode conferir sobre nossa experiência de viajar com a Qatar Airlines de Classe Executiva por aqui também.

Dentro da mala algumas cervejas alemãs que compramos no mercado perto do hotel. O preço delas? As que eu comprei variou entre $0,99 á $2,00. Um arraso né não? Bem que os preços da cerveja poderiam ser esses no Brasil também, não acham?

Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Comente pelo Facebook

Comentários:

Autor: Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.