Roteiro bate e volta em Heidelberg

Heidelberg é uma cidade da Alemanha, situada no vale do rio Neckar, no noroeste do Baden-Württemberg. Heidelberg é uma cidade independente, ou seja, possui estatuto de distrito (kreis).

Heidelberg fica aproximadamente 90,6 km de Frankfurt. Você pode fazer um bate e volta de Frankfurt de carro, trem ou ônibus. Como estávamos em três pessoas, nossa melhor e mais econômica opção era ir e voltar de carro.

Como chegar?

Alugamos um carro em Frankfurt pela Hertz. Fizemos as reservas no Brasil mesmo. E no dia seguinte a nossa chegada, pegamos o carro na locadora.

No caminho para Heidelberg, descobrimos que havia o famoso Castelo de Frankenstein. Claro que não podíamos deixar essa oportunidade passar e passamos um tempo no alto da colina com o Frank. Para saber mais sobre o Castelo é só clicar aqui.

Após algumas horas com o Frank, pegamos a estrada sentido Heidelberg. Para chegar foi bem fácil, os carros na Alemanha já veem com GPS integrado. Então foi só digitar o destino e aproveitar a alta estrada alemã.

Heidelberg

Heidelberg não é só conhecida pela ótima faculdade de medicina. A Universidade de Heidelberg foi fundada em 1386 e dela já saíram cinco prêmios Nobel. Apesar de isso ser um plus, rs. A cidade tem um dos principais destinos turísticos alemão, e recebe cerca de três milhões de visitantes por ano. Lá está um dos mais belos castelos medievais da Europa, sem dúvidas a principal atração de Heidelberg.

Durante vários séculos a cidade se beneficiou da condição de capital do Palatinado, uma grande área que englobava os territórios ao longo do rio Reno. Seus governantes eram condes chamados de Eleitores Palatinos ou Príncipes Eleitores e eram responsáveis pela eleição do Imperador do Sacro Império Romano-Germânico.

Castelo de Heidelberg

O Castelo de Heidelberg (Schloss) é um palácio de arquitetura gótica e renascentista que fica na montanha de Königstuhl. É considerado uma das mais famosas ruínas da Alemanha.

Você pode chegar lá subindo a pé por uma trilha (bem cansativa) ou pode pegar um teleférico e descer na primeira parada dele. Caso vá de carro como nós, pode estacionar bem próximo ao Castelo e não ter que andar tanto para chegar. Isso foi uma mão na roda, rs. Já que o dia estava chuvoso e muito muito frio.

O antigo castelo medieval ganhou o formato atual em 1544 e serviu como residência real até à guerra de sucessão, quando foi destruído pelos soldados de Luís XIV, da França, entre 1689 e 1693. Depois disso foi restaurado parcialmente.

Museu da Farmácia

Dentro do Castelo de Heidelberg há também um curioso museu. O museu da farmácia.

O museu não é muito grande, então você não precisa de tanto tempo assim para visita-lo. E ah, não paga nada para entrar no museu.

No final, você acaba caindo numa lojinha e como não aproveitar não é mesmo?

Tente resistir aos diversos produtos curiosos de lá. Os preços são meio salgadinhos, afinal os produtos são feitos artesanalmente.

Quanto custa?

A entrada para o Castelo de Heidelberg custa $6 euros por adulto. O castelo abre todos os dias, das 8 horas da manhã até as 18 horas. No entanto a última entrada é liberada somente até as 17:30. Não deixe de consultar o site oficial sobre feriados e datas comemorativas.

Infelizmente no dia que fomos a Heidelberg o tempo estava muito ruim. Choveu muito, o dia todo e fazia muito frio. Acabamos saindo do Castelo de Heidelberg e voltando para Frankfurt pois era impossível andar pela cidade devido as condições climáticas.  No entanto, espero que quando você for o tempo esteja bom e que você consiga conhecer melhor essa charmosa cidade alemã. Anota aí o que mais você pode fazer além de conhecer o Castelo de Heidelberg.

Caminho dos filósofos

É uma trilha calçada e bem sinalizada que termina em uma área utilizada pelos moradores para se exercitar.

O nome Caminho dos filósofos deu-se através do fato de que antigamente os estudantes iam até lá para refletir ou mesmo estudar.  Lá do alto, você terá vistas maravilhosas da ponte antiga, da cidade, do rio Neckar, e do castelo ao fundo.

Centro histórico e Marktplatz

A Kornmarkt é uma antiga praça que foi usada no passado para o recolhimento e comércio de bens agrícolas.  Desta praça pode-se apreciar uma vista maravilhosa para o Castelo de Heidelberg, e no seu centro encontra-se a estátua da Madonna.

Pertinho da Kornmarkt temo também a Marktplatz. É nesta praça onde se encontra a Rathaus (Câmara Municipal) e a Igreja do Espírito Santo.

A Igreja do Espírito Santo foi construída entre 1344 e 1441, mas a sua torre só foi concluída em 1544. Foi o local de sepultamento de 55 Príncipes eleitores e acolheu a famosa Biblioteca Palatina até 1623.

Universidade de Heidelberg

Como já mencionado, a Universidade de Heidelberg é muito famosa na Alemanha. Um fato curioso é que dentro da Universidade há uma cadeia. A Universidade tinha o poder de julgar e punir os alunos. Os “crimes” eram atitudes como cantar alto, assediar mulheres, beber muito e por aí vai. Mesmo sendo desativada em 1914, a cadeira permanece de portas abertas para os visitantes.

E você já teve a oportunidade ou deseja conhecer Heidelberg?

Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Comente pelo Facebook

Comentários:

Autor: Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.