Lençóis Maranhenses

Lençoís Maranhenses – Por Lícia Mangiavacchi

Depois de conhecer as maravilhas da Austrália, achei que seria difícil conhecer um lugar tão lindo quanto aquele país. Mas não foi bem assim, aqui mesmo no Brasil os Lençóis Maranhenses não ficam nada atrás!

E mais! Diferentemente do que muita gente pensa, essa é uma viagem que pode ser curta e barata. Vou explicar como fiz!

São Luis, Maranhão

Fui com uma amiga no feriado do Corpus Cristh, em 2016 para o Maranhão. Compramos as passagens com mais ou menos um mês de antecedência.

No primeiro dia ficamos em São Luis – MA. Dormimos em um hostel no Centro Histórico, o Solar das Pedras . Tivemos um probleminha com as diárias, que ao invés de ser descontado só os 50% do valor, foi descontado o valor total! Além disso, o atendimento não foi muito bom. Tivemos que pedir toalhas porque não haviam nos dados, a cama também não era lá essas coisas. Por esses imprevistos que eu tive na minha viagem, não recomendaria o hostel e também acredito que não voltaria. Mas foi barato! Pagamos na diária R$40,00. O lado bom é que dá pra dar uma volta no centro histórico a pé mesmo. É super pertinho!

Veja também: 5 Motivos para viajar sozinho!

Lagoa Azul

Chegou o dia de finalmente conhecer os famosos Lençóis Maranhenses! Pra ir pra Barreirinhas, onde tem os Lençóis Maranhenses, tem ônibus que sai da rodoviária de São Luis e custa R$ 51,00 e também tem um ônibus fretado que te pega no hotel e custa R$ 60,00. Vale mais a pena!

Ele sai cedinho. Umas 7h. Depois de pouco mais de 4 horas de viagem, chegamos em Barreirinhas. Já no primeiro dia nos lençóis maranhenses fizemos o passeio chamado Lagoa Azul. Pagamos R$50,00. Mas tem agências que cobram até R$60,00! Então não se esqueça de pesquisar e negociar!


Lençóis Maranhenses: O lugar é lindo! Nosso guia nos ajudou a tirar fotos legais!

Da pra fazer o passeio saindo às 9 da manhã e voltando por volta das 13h. Ou a tarde, saindo as 14h e voltando às 18h. Achei que a tarde melhor porque o sol está mais fraco. E da pra ver ele se pondo.

As agências pegam e deixam a gente em frente ao hotel nesses carros / caminhõezinhos com assento adaptado. Na cidade tem 300 que são credenciados! Eles têm números colados na lataria. Acho que são mais confiáveis.

Na volta jantamos em um restaurante na orla do rio Preguiça. Não foi caro. Saiu uns 40 reais por pessoa. Mas o prato era mal servido. Ou seja, porções muito pequenas.

Atins

No segundo dia fomos pra Atins. Comunidade que fica a uma hora e meia de Barreirinhas. No passeio conhecemos a foz do rio Preguiça, uma praia e uma lagoa menor, porém não tão bonita quanto a Azul… rs!


O passeio durou o dia inteiro, e teve pausa pro almoço. Para você ter uma ideia de preço um prato com um camarão grande, custava mais de R$60,00.
O passeio custou R$80,00. Mas tem agência por lá que cobra até R$130,00! Então mais uma vez, não se esqueça de pesquisar e ficar sempre de olho!

Lagoa Bonita

A tarde fizemos o passeio na Lagoa Bonita. Leva quase 1 hora pra chegar lá. Se quiser ir com emoção, é mais rápido! Chegamos em meia hora! Mas eles só fazem isso quando não tem crianças e idosos junto no carro ou caminhãozinho.

DICA: no caminhãozinho, sente sempre nos bancos da frente ou do meio. O último pula muito durante o caminho.

Assim que chega na Lagoa Bonita é preciso subir esse morro de areia. Ele já teve 30 metros de altura. Achou muito? Agora está com 43!! Ééé, não é fácil, mas tem uma corda pra ajudar a se segurar e lá no alto, quando a gente chega, a vista é de chorar de emoção!

A melhor de todas! Grandiosa, gigantesca!!!

Uma área onde cabe até a cidade de São Paulo dentro. Tem muitas lagoas e a gente não consegue ir até todas. Fomos em umas quatro, andamos muito! E apesar do sol forte, a areia não é quente e nem o calor é insuportável porque venta bastante! Ou seja, os pequeeeenos grãos de areia de granito (Sim! São de granito e têm um brilhinho lindo!!) voam sem parar, por isso da pra andar descalço tranquilamente!!

Pôr-do-Sol

Quem faz os passeios a tarde tem o privilégio de ver um por do sol sensacional!
É claro que dá pra ver em todas as lagoas e é inesquecível!
Fica esperto pra conseguir um lugar legal porque os turistas chegam cedo pra pegar o melhor.
Aí é só sentar, admirar e tirar mais fotos lindas!!!

Bora pechinchar?

No nosso terceiro dia de viagem, pela manhã demos uma volta a pé por Barreirinhas pra comprar produtos típicos da região. Os preços são bons e se pechinchar quase sempre da pra conseguir descontos. Comprei um porta chave por R$15,00!

Onde ficar?

O hotel, eu escolhi no booking.com que é um site muito bom e fácil de reservar!

Ficamos no Hotel Atairu, bem na rua principal! Mais centralizado impossível!! Perto dele tinham todos os restaurantes! O Subway fica em frente, praticamente dentro do hotel. Mercado, farmácia, bancos (do Brasil e Bradesco, só tem eles na cidade), tem tudo por perto.

O quarto é simples mas muito bom. Tem ar-condicionado, TV, frigobar e boas camas. Todos os dias as toalhas foram trocadas e as camas arrumadas. Café da manhã muito bom!! Dá pra comer muito!!!

E olha a vista da sacada: (foto)

Pagamos R$420,00 por três dias, em pleno feriado. Dividi com a minha amiga e saiu só R$ 210,00 pra cada.

E se quiser muitas dicas, devo te dizer que foi o pessoal do hotel que conseguiu passeios com os melhores preços! Ninguém entende como, mas o Sr. Aldo, o dono do hotel.. rs!

Fique muito atento à localização do hotel na hora de escolher o seu! Tem alguns bem na entrada da cidade, porém mais afastados que dá um pouco de medo. Eu não arriscaria.

Dicas adicionais: Whatsapp da Flávia, dona do hotel Atairu: (98) 8827-5079 e também do seu Aldo, o marido dela que agenda os passeios: (98) 8187-0562

O que levar?

Protetor solar, boné ou chapéu, chinelo, biquíni e roupas leves são items que NÃO PODEM faltar na tua mala!

Nas lagoas dá pra mergulhar, rolar na areia, a diversão depende de quem tem coragem e está animado! rs Eu fiz de tudo!

No fim do dia, o sol da um show! O Por do sol é sensacional! Ah! Vale lembrar que pra fazer todos esses passeios, tem que pegar uma balsa pra atravessar o rio Preguiça. Mas é rapidinho. Na volta, enquanto espera por ela, tem tapiocas a venda (R$ 5,00) e artesanato local.

Onde comer?

No primeiro dia jantamos em um restaurante da orla. Por lá tem vários! Os pratos custam em média R$ 40,00 por pessoa e não da pra dividir porque vem pouca comida. Pouca mesmo! E olha que eu não tô exagerando… rs. Pedimos uma porção de isca de peixe que não tinha nem 20 iscas rs.

Uma opção mais barata é o Subway. Dai não tem erro, né?! Com R$10,00, R$15,00 dá pra comer de boa.

Mais afastado dos restaurantes, ainda na mesma rua, tem uma senhora que vende batata-frita e pastel bem baratinho, menos de R$5,00. Não mata a fome, mas é um petisco.

Sorvete tem por R$ 1,00 e até por R$6,00! Eu achei  barato! Tem também de açaí e tapioca, mas não é nada espetacular… Pelo menos foi o que achei, meu amigo que também provou comigo, divide dessa opinião.. rs

Total dos gastos da viagem

Pra te animar a conhecer esse paraíso mais conhecido como Lençóis Maranhenses vou colocar os gastos gerais dessa viagem aqui embaixo:

Passagem: R$ 700,00
Passeios: R$ 190,00
Hotel: R$ 210,00
Transporte: R$ 120,00
Total: R$ 1.220,00

Levei um pouco á mais para comprar umas lembrancinhas e também ter um gasto maior com comida por lá. Fiz as contas e o gasto geral foi menos de R$2.000,00.

Devo ir para os Lençóis Maranhenses?

Quer minha opinião super sincera sobre esse lugar? Vá com certeza!
Foi um lugar pra nunca mais esquecer! Um verdadeiro paraíso! É de chorar diante de tanta imensidão e beleza natural!

Sobre a autora e colaboradora do Blog

Lícia Mangiavacchi é jornalista, trabalha na EPTV – Afiliada da TV Globo, em Campinas – São Paulo.

Quer saber mais sobre a Lícia?

Entre em contato pelo Facebook: Lícia Mangiavacchi

Instagram: licia_mangiavacchi

ou por e-mail: liciacarol@hotmail.com

Não é caro viajar

Se você acha que neste momento viajar não está ao seu alcance, saiba que você está enganado. Vamos te ensinar a acumular milhas aéreas, aproveitar promoções de passagens aéreas, escolher a melhor opção de hospedagem e você vai ver que não é caro viajar!

Comente pelo Facebook

Comentários:

Autor: Não é caro viajar

Se você acha que neste momento viajar não está ao seu alcance, saiba que você está enganado. Vamos te ensinar a acumular milhas aéreas, aproveitar promoções de passagens aéreas, escolher a melhor opção de hospedagem e você vai ver que não é caro viajar!

Deixe um comentário