Como viajar com pouco dinheiro?

Nossas viagens são super econômicas, mas muita vezes ainda rola aquela dúvida e muitas pessoas perguntam como é que a gente faz pra viajar tanto e como viajar com pouco dinheiro! Então pra te ajudar a também viajar mais separei umas dicas por aqui!

Viajar com pouco dinheiro?

Dinheiro é o principal motivo para as pessoas adiarem uma viagem ou mesmo deixar de viajar, certo? Se você quer viajar gastando pouco o primeiro passo é organização e foco, muito foco! Eu sei, muitas vezes é difícil recusar um convite para um barzinho, balada ou mesmo dizer não para aquela calça que foi lançada na semana passada na última semana de moda em algum lugar do mundo! Juro que eu te entendo, mas se você quer viajar com pouco dinheiro chegou a hora de fazer opções não é? Calma! Juro juradinho que quando você chegar no seu destino final você nem vai lembrar desses perrengues.. rs!

Pois bem o primeiro passo para viajar com pouco dinheiro é calcular quanto você vai gastar mais ou menos por dia com alimentação e transporte. Então deixa a preguiça de lado e da uma olhada no blog, a gente coloca todos os roteiros que fizemos com os custos pra facilitar sua vida, só se jogar!

Hotel

Sabendo mais ou menos quanto você vai gastar, chegou a hora de ver o hotel. Nessa hora vale o que você puder gastar: hotel, hostel, airbnb.. Resolvido o problema de hospedagem, o próximo passo é o seguro viagem! Não se esqueça de escolher com cuidado o melhor seguro para você!

Em resumo: Se viajar com pouco dinheiro é sua prioridade, toda e qualquer economia sua deve ir direto pro cofrinho!

Programas de viagem

Mas Amanda, fiz as contas e mesmo assim não vai rolar.. Opa! Vai rolar siiim, rs! Se mesmo apertando aqui e acolá você perceber que não vai ter dinheiro para viajar que tal conhecer um pouco mais sobre alguns programas de viagens?! O que você acha de trabalhar enquanto viaja? Não, você não leu errado! Existem alguns programas que você consegue trabalhar e viajar, olha só alguns deles:

  • Aupair
  • Trabalhar em navios de turismo
  • Trabalhar em hostel
  • Trabalhar como bartender
  • Trabalhar como instrutor de mergulho (Claro, se você for credenciado)
  • Trabalhar como instrutor de yoga (Também precisa ser credenciado)
  • Trabalhar em fazendas
  • Trabalhar como garçom.

Claro que nenhuma dessas opções vai te deixar mais rico, o intuito aqui não é ganhar dinheiro, mas sim sobreviver no período da viagem! Abra sua mente e se joga!

Além do trabalho, você também pode conseguir se hospedar de graça ou gastando pouco por isso! Listei algumas formas de hospedagem onde você consegue se hospedar em troca de trabalho.

Trabalhando em troca de hospedagem

Coachsurfing

Couchsurfing é quando moradores locais abrem suas residências para hospedar estrangeiros. Quem já fez, garante que vale a pena e que a experiência é memorável! Além de não gastar nada com hospedagem, você tem a chance de ver e viver como um nativo! No caso do couchsurfing você utiliza apenas da hospedagem, sem precisar trabalhar em troca disso 😀

Trabalhando em Hostel

Você sabia que alguns hostels espalhados pelo mundo aceitam hospedagem em troca de trabalho? Isso mesmo! Você tem o conforto de dormir no hostel e pagando com seu trabalho. É só confirmar se o hostel escolhido tem essa opção, combinar seu horário de trabalho e se aventurar por ai!

Wwoof

Lembra que ali em cima te falei que você pode trabalhar em algumas fazendas enquanto viaja? O Wwoof é isso! Pra quem não conhece, o WWOOF é uma rede de organizações que promovem o trabalho voluntário em pequenas fazendas ecológicas em várias partes do mundo. Você trabalha por volta de 4 a 6 horas por dia ajudando em tarefas como: Cuidar do jardim, cortar lenha, remover ervar daninhas, ordenar vacas.. Além de trabalhar viajando tem ainda todo esse contato com a natureza, não é demais?!  Quer saber mais sobre como funciona esse trabalho voluntário? Clica aqui.

Worldpackers

“Traveling changes people. People change the world” (Viajar transforma as pessoas. Pessoas transformam o mundo), diz o site do Worldpackers, que afirma: “Acreditamos que viajar é um direito universal”. Tem como não amar?! O Wordlpackers funciona assim: No site você escolhe o tipo de viagem que quer fazer, a duração e para onde deseja ir. Após preencher essas informações, você será direcionado para lugares onde precisam de voluntários. Escolha o que mais te agradar, faz a aplicação e dai é só torcer!

Helpx

Super parecido com o Worldpackers, a plataforma funciona também como troca de hospedagem por trabalhos de 4 a 6 horas. A diferença é que no helpex você tem que dar match com o seu anfitrião. Além de albergues, você pode trabalhar em fazendas, ranchos e hotéis. Para se registrar você paga uma taxa de 20 euros e que dura 2 anos.

Workaway

Com uma imensa variedade, no workaway  você encontra uma infinidade de trabalhos como babás, ajudantes de pescarias, mergulho e etc. Para se tornar um membro você também deve pagar um valor de 23 euros ou 30 euros para duas pessoas e a validade também é de dois anos. Assim como o helpex, você entra em contato direto com o seu anfitrião.

Veja também: Open Jaw: Economize na compra de passagens!

Dicas extras

  • Use carteiras de estudante: Se você é estudante, não deixa de levar sua carteirinha! Há diversas entradas de museus, parques e passagens que é mais barato para estudantes.
  • Prefira quartos com mais pessoas: Se você preferir se hospedar em hostel, prefira um quarto com mais pessoas para reservar, a diferença é bem grande em relação aos quartos menores.
  • Passagens de trens: Se você for viajar de uma cidade para outra, ou mesmo de um País para o outro e o seu roteiro já está montado, é interessante que você compre as passagens antecipadamente. Comprando antecipado, você economiza em até metade do valor do que se deixar pra última hora!

E aí, já ta preparado para sua próxima aventura?!

Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Comente pelo Facebook

Comentários:

Autor: Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Deixe um comentário