Como ir de carro ao Cabo da Boa Esperança

O Cabo da Boa Esperança ou Cape of Good Hope, fica na África do Sul e foi um dos pontos altos da nossa viajem em Cape Town. Nesse post vou te contar como foi nossa experiência, fazendo todo o trajeto por conta e economizando muito!

Mas, é melhor ir de carro?

O Cabo da Boa Esperança fica ao sul de Cape Town, a aproximadamente 1h30 de carro. Há várias agências que operam o passeio até lá, fazendo paradas estratégicas por algumas praias e pontos turísticos de Cape Town. Após muitas pesquisas, vimos que essas excursões  compartilhadas custavam em média de 100 a 150 dólares, e tinha a duração de 8 horas. O tour que encontrei no site Viator era o mais completo que tinha achado na época.

Então, chegamos a conclusão de que a melhor forma seria alugar um carro e fazer o passeio por conta, primeiro porque seria absurdamente mais barato pois estávamos em 6 pessoas, e segundo porque teríamos autonomia para explorar melhor alguns pontos turísticos ou excluir outros que já conhecíamos.

Como organizar seu itinerário

Bom, sobre os gastos com o aluguel do carro e a gasolina, eu falei nesse post aqui, inclusive contando a experiência de como é dirigir na mão inglesa, confira 😀

Para organizar o trajeto foi bem simples: usamos o My Maps do Google para marcar no mapa todos os pontos que tínhamos interesse em conhecer em Cape Town para ver o que valia a pena ir de carro. A principio a lista foi bem extensa, então demos preferência para os “imperdíveis”.

Veja todas as nossas marcações no My Maps

Como vimos que vários pontos que queríamos conhecer estavam nas rotas Red e Blue do bus tour da City Sightseeing, achamos melhor fazer o bus tour nos primeiros dias da viagem e apenas  alugar o carro nos últimos dias para visitar os lugares em que o bus tour não passava e também para voltar nos lugares que a gente mais tinha gostado.

*Atualização: Agora a City Sightseeing possui uma nova rota chamada Cape Point Explorer que sai de Cape Town e visita a Boulders Beach e o Cabo da Boa Esperança. A duração do passeio é de aproximadamente 7 horas e custa 550 rands (± R$138).

Primeira parada: Hout Bay e Ilha das Focas

Decidimos alugar o carro no aeroporto de Cape Town para que pudéssemos devolver lá mesmo na hora de ir embora e assim economizar com o transfer. Saindo de lá fomos para Hout Bay, a linha Red do bus tour passou por lá, mas como não havíamos decido do ônibus, decidimos voltar lá.

Hout Bay é uma baía da Cidade do Cabo que possui além de um porto de pescadores, restaurantes, lojinhas de souvenirs, casa de câmbio e muitos barcos ancorados. O ponto forte do lugar é o passeio de barco até a Ilha das Focas (Seal Island). Você pode comprar o ingresso do barco lá mesmo, os passeios saem com hora marcada e custam 85 rands adultos (± R$22) e 45 rands crianças (± R$12). A ilha fica a cerca de 20 minutos de navegação da Baía e é o local onde várias focas passam o dia tomando sol e descansando.

PAPI: O leão marinho

De volta ao porto, conhecemos “Papi”, um leão-marinho que vive livremente na baía e adora um petisquinho. Você pode colaborar com qualquer valor para tirar uma foto com ele, no geral as pessoas estavam pagando 20 rands (± R$5) ao seu amigo pescador.

“Papi”: super simpático

Após as fotos, decidimos almoçar por lá mesmo no Wharfside Grill. O restaurante era muito bom mas, é meio difícil  falar sobre os preços porque cada um pediu um prato diferente e há pratos para todos os bolsos. Você pode dar uma olhada no cardápio deles aqui.

Antes de irmos embora de Hout Bay fomos comprar presentes em uma incrível loja de pérolas chamada Pearls in the Oyster. É uma loja de fábrica e os preços são excelentes! Você  vai encontrar brincos de pérolas cultivadas a partir de 55 rands (± R$14)!

Segunda parada: Chapman’s Peak Drive

Saindo de Hout Bay pegamos a estrada Chapman’s Peak Drive que é LINDA! Há vários mirantes no caminho e a vista para Hout Bay e o oceano Atlântico é indescritível!

Você com certeza vai querer atualizar seu Instagram quando estiver passando por lá!

Terceira parada: Cabo da Boa Esperança!

Cape Point National Park é o nome do parque que dá acesso ao Cabo da Boa Esperança, ao chegar lá, fomos direto tirar a famosa foto na plaquinha.

Cape of Good Hope: eu fui! 😀

Subimos umas pedras e a vista para o mar era de tirar o fôlego.

Após muito sobe e desce, fomos a outra parte do parque onde fica o acesso ao farol, um restaurante e a lojinha de souvenirs do Cabo, no caminho demos de cara com babuínos!

No parque há diversas placas alertando que esses animais são perigosos e atacam em busca de comida.

Lembrancinhas compradas, decidirmos parar para descansar um pouco antes de iniciarmos nosso trajeto de volta, com uma última parada.

Veja também: Como viajar com pouco dinheiro?

O antigo farol e os naufrágios

Para chegar até antigo farol do Cabo, você encara uma extensa escadaria morro a cima ou pegar o Flying Dutchmam Funicular – que é uma espécie de bondinho que liga o estacionamento do parque até o ponto de observação mais alto onde fica o farol. São dois “bondinhos” que comportam até 40 passageiros e que saem a cada 3 minutos.

Há também várias trilhas no parque onde é possível ver destroços de antigas embarcações naufragadas, aliás, o nome original do Cabo da Boa Esperança é Cabo das Tormentas (tempestades) justamente por ser uma das costas mais perigosas do mundo.

Dica: Baixe o audio tour do Cape Point no celular antes de ir!

O sinal de celular oscila muito por lá, por isso, antes de chegar no parque baixe o app VoiceMap e os dois audio tours disponíveis do Cape Point: Lighthouse Walk e Funicular Route (somente em inglês). Cada audio tour possui 60 minutos de narraçao com diversas curiosidades sobre a região para você ouvir enquanto estiver andando por lá.

O app não é exclusivo do parque, ele possui uma lista com dezenas de outros guias de áudio de várias cidades do mundo e, por isso, ele com certeza vai ser útil na sua próxima viagem!

O VoiceMap está disponível aqui para Android e aqui para IOS e os áudios de Cape Point são grátis!

Vídeo oficial do parque

Horário de funcionamento

  • Outubro à março: 6h às 18h
  • Abril à setembro: 7h às 17h

Valores

Entrada do parque

  • Adulto: 135 rands (± R$34)
  • Criança: 70 rands (± R$18)

Funicular (bondinho)

  • Adulto: um trecho é 50 rands (± R$13) e ida e volta é 65 rands (± R$17)
  • Criança: um trecho é 20 rands (± R$5) e ida e volta é 25 rands (± R$7)

Quarta e última parada: Praia dos Pinguins

No caminho de volta, fomos conhecer a praia Boulders Beach que fica na cidade de Simons Town, a aproximadamente 1 hora do centro da Cidade do Cabo.

PASMEM:  a praia é paga! 🙁
A entrada custou o equivalente a R$18,00. Na verdade a praia faz parte de uma área de preservação ambiental e por isso é privada.

A praia em si é bem pequena e a faixa de areia disponível vai depender de como vai estar a maré e, por ser uma área preservada, não é permitido fumar e nem consumir bebidas alcoólicas lá.

Mas eu adorei, e não é por menos, dá só uma olhada nas fotos 🙂

Uma curiosidade: apesar de ser conhecida como “a praia dos pinguins”, a água era a menos fria de todas as praias que visitamos em Cape Town, ironia não?

Ficamos um tempo por lá, tiramos várias fotos com os pinguins e depois retornamos a Cape Town, terminando assim a nossa saga.

Horário de funcionamento

  • Dezembro e janeiro: 7h – 19h30
  • Fevereiro e março: 8h – 18h30
  • Abril à setembro: 8h – 17h
  • Outubro e novembro: 8h – 18h30

Valores

  • Adulto: 70 rands (± R$18)
  • Criança: 35 rands (± R$9)

Nossa rota de carro

Tempo aproximado de duração do roteiro: 9 horas.

E aí, gostou da nossa rota? Aproveite as nossas dicas e economize uma graninha montando também seu próprio roteiro rumo ao Cabo da Boa Esperança 😀

**Post Atualizado em 23/08/2017.

Rodrigo Coelho

Advogado.
Apaixonado por culturas, cheiros e sabores diferentes.
Viajante compulsivo.

Comente pelo Facebook

Comentários:

Autor: Rodrigo Coelho

Advogado.
Apaixonado por culturas, cheiros e sabores diferentes.
Viajante compulsivo.

3 pensamentos

    1. Oi! Tudo bem? Duração de 1 dia. Saímos de manhã (lá pelas 09:30 mais ou menos) e retornamos ao final do dia, antes do sol se por. Depende de quanto tempo você ficará em cada lugar.. fizemos tudo com muita calma.
      Abraço.

Deixe um comentário