Como organizar o próprio intercâmbio – Dica #01: Escolhendo a cidade

“O que você está fazendo nos EUA? Até quando você fica aí? Por que Estados Unidos? É muito caro?! Por que  você escolheu Nova York? Mas e o dólar? Como fazer um intercâmbio com essa crise no Brasil?” Se você está um tanto quanto curioso para saber como está sendo essa minha experiência na terra do tio Sam, chegou a sua hora! Eu prometo que vou contar tudo!

Faz muuuitos anos que eu queria ter feito esse intercâmbio, mas por diversos motivos eu sempre fui deixando para depois e esse depois nunca chegava. Até que um dia eu resolvi abandonar tudo o que me prendia e comprei as passagens para viver o meu sonho americano.

Bom, sem mais delongas, vamos começar é claro de como foi a escolha da cidade 😀

Eu queria Londres, mas vim parar em Nova York

Quando eu pensava em intercâmbio, sempre pensava em Londres mas, com a crise econômica no Brasil e a libra sendo a moeda mais cara do mundo, eu tive que aceitar que Londres não seria a minha realidade. Como segunda opção, eu havia pensado na Irlanda. Estaria na Europa e a um pulo da capital inglesa. Mas as vezes você idealiza uma coisa na vida e acontece o oposto! Eu tento sempre ficar atenta a esses sinais que a vida nos dá e… Bom, eu não escolhi Nova York, ela me escolheu!

Deixa eu te contar melhor como foi que aconteceu

A primeira vez que vim aos Estados Unidos foi em Janeiro deste ano. Meu irmão morou quase quatro meses na Flórida trabalhando na Disney (spoiler: vai vir um post bem legal sobre o intercâmbio dele por lá!). Depois dos nossos dias em Orlando ficamos 10 dias em Nova York. Não vou mentir, não foi amor à primeira vista. Nova York é gigantesca e, por ser uma metrópole, é um tanto quanto suja (claro que não a cidade inteira, mas, existem muitos pontos que os são!). Não quero que você pense que a cidade é uma imundice porque não é. É que, na minha cabeça, eu fiz uma comparação com Londres que é uma cidade impecável na limpeza. Digamos que Nova York é a São Paulo dos EUA, acho que assim dá pra entender um pouco melhor do que eu estou falando, não?!

A cidade é caríssima! Quando eu comecei a procurar hostels para ficar em Manhattan em janeiro desse ano, a cada busca eu tinha pré ataques cardíacos todos os dias com os preços! Os preços dos hostels mais “baratos” custavam na faixa de $140,00 a $190,00 a diária! Eu já estava desistindo de Nova Iorque, quando uma amiga do meu irmão, a Júlia (inclusive eles se conheceram no programa da Disney) havia dito que tinha alugado um quarto num apartamento de uma brasileira no bairro de Astoria que fica no Queens –  um dos 5 distritos de Nova York.

Eu, meu irmão Renan e a Júlia

Anyway, alugamos um quarto no apartamento que a Julia indicou e pagamos o valor de $60,00 a diária por pessoa. Acabei ficando muito próxima da Vania, a proprietária do apartamento, nesses dias em que fiquei em Nova York e, um dia conversando com ela, decidi que voltaria à América!

De volta ao Brasil

Quando voltei ao Brasil, no início de fevereiro, a ideia de voltar a Nova York só amadurecia na minha cabeça. Eu queria e precisava do intercâmbio para aprimorar meu inglês e ter a experiência de viver sozinha em um outro País totalmente diferente do meu. Conversei com a minha amiga Vania e fechamos um pacote mensal pelo quarto. Cidade e moradia escolhida.

Os preços dos quartos em Astoria variam de $900,00 à $1.500,00 o mês. Então começou o meu planejamento para sair do Brasil com o aluguel do quarto pelo menos garantido.

Astoria fica no começo do Queens, logo depois da ponte em que liga o bairro a Manhattan. Fica só 8 minutos de metrô do gigante Central Park e 20 minutos até a estação Times Square – 42th street que é onde fica a escola que eu escolhi. Bem perto, não?!

A Vania está sempre alugando o quarto e o tratamento é de primeira! Ela é uma incrível anfitriã, além de ser um amor de pessoa. O quarto que ela aluga é grande, cabe até quatro pessoas confortavelmente e quem quiser entrar em contato para valores, datas e demais informações o e-mail dela é: floorandfloral@hotmail.com

A diária é $60,00 e o valor do aluguel do quarto é de $1.200,00 ao mês. Maaas os leitores do blog que fecharem com a Vania, vão ganhar um descontinho! É só você dizer que ficou sabendo do apartamento pelo blog NÃO É CARO VIAJAR!

Fotos do apê da Vania

 

Dicas para a escolha da cidade

  • Afinidade com a cidade
    Se você é uma pessoa que gosta de uma baladinha, por exemplo, já pode descartar cidades pequenas e focar nas metrópoles. No meu caso, a principio eu não achei que tivesse, porque visitando a cidade a primeira impressão que tive não foi boa. Mas, conversando com  Vania acabei mudando de idéia.
  • O custo de vida
    Pesquise os valores de transporte, acomodação da escola de inglês. Faça as contas do valor que vai ser gasto durante no período que você pretende estudar fora. Como toda e qualquer viagem é preciso planejamento! (Eu vou me aprofundar em cada um desses itens nos próximos posts)
  • Faça contatos
    Ter conhecido a Vania na minha primeira visita aos EUA com certeza foi o que mais influenciou na minha decisão de fazer o intercâmbio em Nova York. Com certeza você vai se sentir muito mais seguro(a) se tiver algum conhecido ou algum contato no país que você pretende morar.

Vale o sacrifício

É normal abrir mão de algumas coisas para conseguir realizar o seu intercâmbio, a não ser é claro que você seja bem rico e não ligue para a quantidade de dinheiro empregada. O que não é o meu caso, e muito menos o caso do blog 😀 Nosso projeto é sempre #naoecaroviajar. Eu abri mão de muitas festas, muitas cervejas no fim de semana, muitas tentações de comprar roupas, sapatos e etc para estar morando nos EUA hoje, não pense que é fácil mas com certeza vale a pena!

Organizar o próprio intercâmbio é muito mais barato que comprar através de uma agência

Eu estou realizando meu intercâmbio por conta própria, isso mesmo eu não vim com NENHUMA agência para a América! Mas eu só senti segurança ao fazer isso depois de muito tempo pesquisando na internet. No final dessas séries de posts, vocês vão se surpreender em como eu estou gastando literalmente ¼ do valor que uma agência me cobraria!!

Quer saber mais? Então clica nos links abaixo!

Escolhendo a escola #dica02

Quanto dinheiro levar? #dica03

**Post atualizado em 23/08/2017

Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Comente pelo Facebook

Comentários:

Autor: Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

5 pensamentos

  1. Adorei o post, está perfeito! E estou curiosa pra mais informações e pra saber como é essa experiência. Tenho muita vontade de me aventurar no intercâmbio, quanto tempo será o seu? Continue escrevendo, estou aguardando mais post haha beijaaao linda!! 💕

    1. Oiiie linda! Obrigado, fico feliz que tenha gostado do post! Continue acompanhando o blog que vai vim muita coisa bacana por aí! O tempo total do meu intercâmbio é de 4 meses, fico aqui até finalzinho de setembro. Beijãoo!!
      Amanda Saueia

  2. Ai que orgulho de você Amanda. Me lembro como se fosse ontem a gente conversando numa sexta feira a noite e vc me contando da sua vontade de viajar o mundo, e ai está vc, realizando o que sempre sonhou!

    Obrigada por ser uma inspiração miga, aproveite Nyyyyyyyyyy 😉

    1. Você mais do que ninguém sabe desse sonho todo né amiga?! Obrigado pelo seu incentivo sempre!! Continuo querendo você numa dessas viagens comigo! Beijos e saudades!!

Deixe um comentário