Chile – Roteiro de 5 dias em família – O que fazer em Santiago

Chile – Roteiro de 5 dias em família: O que fazer em Santiago? Decidimos viajar para o Chile para comemorar o aniversário do meu pai. Começamos nossa viagem passando alguns dias em Santiago. Confira nosso roteiro!

Chile – Roteiro de 5 dias em família: O que fazer em Santiago?

Era aniversário do meu pai e, ao invés dele dar uma grande festa para comemorar seus 50 anos, resolveu nos surpreender comprando passagens para toda a família para o país que ocupa uma longa faixa costeira entre o oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes.

Depois de compradas as passagens, que custaram apenas R$637,00 com as taxas (por pessoa), era hora de escolher onde iríamos nos hospedar em Santiago. A princípio ficaríamos hospedados no bairro da Providência, por ser uma ótima opção para os turistas, devido ao fácil acesso dos metrôs e também diversos restaurantes e pubs nos arredores. O bairro de Las Condes nunca foi uma opção para nós, porque além de ser um bairro mais caro, é mais afastado. Por fim, acabamos decidindo ficar na região metropolitana de Santiago, o motivo? Conseguimos um otimo apartamento com excelente custo X benefício através do Airbnb. Pagamos a bagatela de R$ 1.600,00 para uma estadia de 10 dias, para cinco pessoas. Ou seja, apenas R$32,00 por dia por pessoa, isso é mais ou menos o que se gastaria em um hostel, porém, com o dobro do conforto. Como estávamos em família, esta foi sem sombra de dúvida a melhor opção! E agora poderíamos começar a pensar no roteiro do Chile.

Voo 9300

De malas prontas, partimos do Rio de Janeiro direto à capital Chilena, voando de Gol. O voo durou cerca de 5 horas e quando estávamos chegando, conseguimos contemplar a incrível Cordilheira dos Andes coberta de neve.

Winter is coming!

1º dia: Fazendo mercado

Chegamos em Santiago logo no fim do dia, pegamos uma van do aeroporto direto para a região metropolitana. Você também pode ir de táxi ou mesmo de ônibus. Ir de táxi sempre é a opção mais cara. Se você estiver viajando sozinho,  talvez a melhor opção mais seja ir de ônibus mesmo, pois, além de mais barato, cerca de 1.500 CLP, também  é rápido. Como estávamos em cinco pessoas, fomos de van que nos deixou na porta do apartamento pelo preço de 20.000 CLP. Tudo isso foi feito no desembarque do aeroporto, existe também a opção de fazer a reserva antecipadamente pelo site da empresa.

Cuidado com os diversos serviços de vans que é oferecido no desembarque do aeroporto, alguns deles não tem licença e pode acabar custando mais caro do que você pretende gastar.

Finalmente estabelecidos, fomos ao mercado comprar produtos de higiene pessoal, comida e, é claro, muitos vinhos! Afinal, estávamos no país que tem os melhores vinhos do mundo!

2º dia: Desbravando a vizinhança

No dia seguinte, começamos nosso roteiro no Chile – Roteiro de 5 dias em família! Decidimos andar pelas ruas de Santiago e apreciar os detalhes da arquitetura. Paramos para almoçar um delicioso ceviche  e passamos a tarde visitando o Palácio de La Moneda.

3º dia: A troca de guardas

Acordamos a tempo de ver a troca de guarda no Palácio de La Moneda.

Os guardas do palácio

Saindo do palácio, visitamos o Centro Cultural Palacio La Moneda. As exposições são incríveis e o melhor: são de graça!

Na entrada do Centro
Interior do Centro Cultural La Moneda

Veja também: As 3 melhores vinícolas da África do Sul

4º dia: A adega do diablo

Minha família ama vinhos, especialmente meu pai. E com essa viagem ao Chile nossa sede por vinhos só aumentava. Por isso, o quarto dia do Chile – Roteiro de 5 dias em família, foi dedicado à uma das vinícolas mais famosas do país. Existem muitas espalhadas pelo território chileno, umas mais afastadas da cidade, outras mais próximas. Houve dois motivos para escolhermos a ganhadora dessa batalha, o primeiro deles foi por ser de fácil acesso, e o segundo pelo fato do meu pai ser apaixonado por um vinho da vinícola em especial: o Casillero del Diablo da vinícola Concha Y Toro.

Pegamos o metrô azul escuro (linha 4) até a estação de Las Mercedes. Descendo na estação você pode pegar um ônibus que te deixa na porta da vinícola. É só não se esquecer de pegar a saída “Concha y Toro ocidente’’. Como estávamos em um grupo de 5, acabamos pegando um táxi que custou cerca de 4.000 CLP.

A entrada da Concha Y Toro

Para se fazer esse passeio reservamos com antecedência pelo site da vinícola. Tinha hora marcada para iniciar o tour, degustação de vinhos e guia em português.

A vinícola é incrível! Quem for a Santiago não pode deixar de visitar! Eles contam como é feita a plantação e a colheita das uvas, a história por detrás dos vinhos, te ensinam a combinar o vinho de acordo com o prato, você ainda degusta alguns dos vinhos mais importantes da marca e de quebra ainda ganha uma taça de brinde! É uma delícia de passeio, fora as fotos incríveis que se tira pelos jardins da vinícola.

A lenda do vinho guardado pelo diabo

Conta a lenda que Dom Melchor separava os vinhos preferidos de cada safra para utilizar apenas com sua família e em datas comemorativas. Esses vinhos eram fabricados embaixo da terra, por haver menor concentração de calor e em barris de madeira, tudo para que sua produção fosse a mais saborosa possível. Alguns empregados da fazenda, e também vizinhos locais, começaram a roubar essas safras de Dom Melchor. Para evitar os furtos, o próprio dono da fazenda inventou uma lenda de que quem tomava conta do “Casillero” era o próprio diabo. Deu-se então o nome de um dos vinhos mais vendidos da Concha y Toro e o mais famoso do Chile.

Os barris de Casillero del diablo
Felizes com nossas tacinhas de brinde!

Terminamos o dia com um delicioso ceviche regado a muito no vinho no restaurante da vinícola.

5º dia: O restaurante que gira

Último dia em Santiago, Chile – Roteiro de 5 dias em família, fomos ao Mercado Central comprar as lembrancinhas para o restante da família. Após o mercado central fomos à Plaza de Armas. Que é a principal praça da cidade. A  arquitetura ao redor é incrível e, foi nessa praça que Pedro Valdívia fundou a cidade. Ainda na praça, visitamos a Catedral Metropolitana de Santiago. É difícil descrever a catedral, sua riqueza de detalhes e incrível arquitetura. Saindo da Plaza de Armas seguimos o caminho para Paseo Ahumada. Uma rua de comércio super charmosa na cidade, para quem gosta de compras vale a pena uma ida lá.

Catedral Metropolitana de Santiago

Terminamos o dia num dos restaurantes mais famosos da cidade, o Giratorio. O preço não é barato mas, vale a pena jantar uma noite lá. O restaurante fica girando e você consegue ter vistas incríveis de Santiago. Chegamos antes do pôr-do-sol, e eu nem preciso dizer que foi uma das paisagens mais lindas da cidade, não é mesmo?

Santiago é incrível! Uma cidade maravilhosa que eu adoraria voltar! Quem sabe um dia, não é? Terminamos assim então o nosso roteiro do Chile – Roteiro de 8 dias em família.

Mapa do roteiro

Nos próximos posts vou falar sobre Viña Del Mar, Valparaiso e o incrível vilarejo na Cordilheira dos Andes – Farellones!

CONTINUAR LENDO→

Se você tiver alguma dica de Santiago, compartilha com gente! Escreva também nos comentários se você ficou com alguma dúvida ou tiver alguma sugestão. 😉

**Post atualizado em 24/08/2017

 

Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Comente pelo Facebook

Comentários:

Autor: Amanda Saueia

Brasileira. Geminiana. Contadora. Apaixonada pelo novo, livros, fotografia, música e arte. LOUCA por viagens!

Deixe um comentário